Caminho.

Que eu me lembre, você sempre esteve aqui, atrás das cortinas torcendo por mim.
Pai não merecia escrever-lhe, a pureza por vezes passa longe, meu eu se confunde.

De qualquer forma sempre te ouvi mesmo baixinho, mesmo sem querer, você estava ali.
De diferentes formas, apostava, acreditava, fazia tudo só pra me ver sorrir.

Onde foi parar o amor verdadeiro, o abraço terno e eterno, o simples ainda conta?
Onde está o meu amor primeiro, o arder de coração, aquela ânsia de te ver a qualquer custo,
Aquela chama que um dia ardeu lá no fundo...
Lá no fundo sei que tenho essa vontade, de caminhar pro teu querer de novo, de viver melhor que sempre vivi, mas me pergunto:

Onde está meu desespero em te buscar nos meus canteiros, onde plantei tanto teu amor?
Rosas lindas já colhi, o melhor já veio e há de vir, o futuro é a vitória para aquele que crê.
Quero plantar hoje novas sementes, mesmo que elas cresçam em meio ao pranto,
sei que a chuva trará o encanto que um dia eu mesma espantei..
A nova chuva trará o crescimento, uma temporã de avivamento que restaurará de dentro pra fora.
Quero tanto estar contigo, desejo tanto a tua volta, cântico eterno, ecoará no céus, já não vejo a hora...

0 comentários:

Postar um comentário

 
Coisas de Drii © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions