Vida de oração.

    Depois de um tempo andando com Jesus percebi que extremidades se assemelham muito a abismos e estar além ou aquém em algumas situações, acaba nos levando ao erro. Notei então que muitos cristãos vivem nas extremidades : ou a situação está boa demais para precisar de Deus, ou ruim demais para que Deus resolva. Raramente estamos no centro, equilibrados e sempre dependentes. O certo é dependermos sempre de Deus com a vida boa ou ruim, porque no centro da vontade Dele não há espaço para erros.
    A oração ( nosso papo com Ele), não necessita necessariamente de palavras lindas e maquiadas, expressões iguais as de um  poeta ou compositor, precisa ser sincera, não conter repetições vãs (fúteis, vazias). Em Mateus 6: 7-15 Jesus nos ensina como orar, é simples.
     Deus nos quer tão perto que tenho para mim que Ele deseja que o tratemos melhor do que tratamos nossos melhores amigos: sem reservas, sem mentiras, sem promessas falsas. " E aí Paizinho, Bão demais? Hoje meu dia foi assim "... " Poxa tô precisando de uma resposta do Senhor nisso" .. " Tá osso essa parte aqui, me ajuda?"  
   Ele clamará a mim, e Eu lhe darei resposta, e na adversidade estarei com ele; vou livrá-lo e cobri-lo de honra. Vida longa Eu lhe darei, e lhe mostrarei a Minha salvação. Sl 91:15-16.      
      Sério mesmo? Se Deus não gostasse de ajudar, não teria enviado seu Filho pra morrer por nós.  Muitos de nós encaramos oração como obrigação, como a parte chata, quando na verdade isso é o que mais nos aproxima Dele, é a parte mais divertida!  É como conversamos com Ele, e sabe de uma coisa? Podemos orar o dia inteiro. "O dia inteiro?" Sim! O dia inteiro, andando na rua, ouvindo uma música, podemos tê-lo em nosso pensamento durante todo o dia, de pé, deitado, plantando bananeira, dando cambalhota. Falando nisso, orar de joelhos não é uma obrigação, o fazemos por liberdade, por gratidão.   Este ato é praticado há milhares de anos, e desde a civilização antiga é utilizado como forma de reverência e respeito, desta forma o Salmista nos convida: “Oh, vinde, adoremos e prostremo-nos; ajoelhemos diante do Senhor, que nos criou”. (Salmo 95.6)."
        Uma vida de oração constante renova as forças, revigora as energias e nos deixa íntimos de Deus, não pretendo ser apenas filha, apenas criatura, quero ser amiga, chegada de Deus, com quem me sinto a vontade e feliz. E olha..
     Não estejais inquietos por coisa alguma; antes as vossas petições sejam em tudo conhecidas diante de Deus pela oração e súplica, com ação de graças. E a paz de Deus, que excede todo o entendimento, guardará os vossos corações e os vossos sentimentos em Cristo Jesus.  Filipenses 4:6-7

   Na paz Daquele que se fez Tabajara Futebol Clube para que fôssemos o Barcelona.

   Um abração!



0 comentários:

Postar um comentário

 
Coisas de Drii © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions