Há lápis, à caneta

Cansaço, que até no lápis se faz
Semblante falho, leve e levado
Que o dia-a-dia traz
Não importa o que é pensado
Mas o feito ou falado é que transporta paz.


Qualquer feito que seja feito, mesmo que feito na desimportância
Alguém sempre achará perfeito
Sem olhar o que você julga ser defeito
Dará devida relevância

E o que você acha inútil, patético, sem graça
Outro vê nisso o que você não viu
No seu achar ‘que tudo na vida passa
E que nada vale ser preservado
O oportuno vê no seu achado
A chance pra que não se desfaça
Qualquer utilidade sutil

Não deixe que no teu ver, as simples coisas
Sejam comuns, que percam seu valor
Pois na vida de alguns,
O simples é tudo, é novo e renovado
Reiterado na inovação, pela necessidade
Não por opção,
Não deixe perder a validade, do que lhe foi dado,
Nem sempre se quer que vá, depois que se vão.

Há/a  TODOS os meus AMIGOS!

0 comentários:

Postar um comentário

 
Coisas de Drii © 2012 | Designed by Bubble Shooter , in collaboration with Reseller Hosting , Forum Jual Beli and Business Solutions